Luís de Camões, Obras completas

Os Lusíadas   ed. 1572 (Ee)    cabeça do pelicano virada para a Esquerda; exemplar da BNP:  cota CAM-2-P

Os Lusíadas   ed. 1572 (E)      cabeça do pelicano virada para a Direita; exemplar da BNP:  cota CAM-1-P

Os Lusíadas   ed. 1584            edição dos piscos; exemplar da BNP: cota CAM-7-P

Rhythmas  1595 (RH)     exemplar da BNP: cota CAM-10-P   (com o Manuscrito Apenso, MA)

Rimas  1598 (RI)            exemplar da BNP: cota CAM-14-P

Índices da Lírica de Camões

Índice da ‘editio princeps’, Rhythmas 1595   (por B. Spaggiari)     http://doi-org/10.24438/ciepCAMInd1

Índice da segunda edição, Rimas 1598  (por B. Spaggiari)     http://doi-org/10.24438/ciepCAMInd2

Índice da edição de Domingos Fernandes, 1616  (por B. Spaggiari)    http://doi-org/10.24438/ciepCAMInd3

Índice da edição de Álvares da Cunha, 1668   (por B. Spaggiari)     http://doi-org/10.24438/ciepCAMInd4

Publications

Rita Marnoto, Sete ensaios camonianos, Coimbra, CIEC, 2007.     ISBN 978-989-95097-1-9

Barbara Spaggiari, Camões e o Outono do Renascimento, Coimbra, CIEC, 2011.    ISBN 978-989-95097-6-4 C

omentário a Camões (coord. Rita Marnoto)

Camões, Comentário, vol. 1. Sonetos (Coimbra: CIEC, 2012).    ISBN  978-972-795-330-1 Sonetos

  • Eu cantarei de amor tão docemente (Maurizio Perugi), pp. 15-19
  • Tanto de meu estado me acho incerto (Rita Marnoto), pp. 21-36
  • Amor é um fogo que arde sem se ver (Rita Marnoto), pp. 37-50
  • Se as penas com que amor tão mal me trata (Roberto Gigliucci), pp. 51-56
  • Transforma-se o amador na cousa amada (Barbara Spaggiari), pp. 57-79

Ensaios

  • Maurizio Perugi, ‟Achegas ao comentário do soneto Eu cantarei de amor tão docemente”, pp. 95-146
  • Rita Marnoto, ‟Sete figuras de oposição em dois sonetos de Camões”, pp. 147-204
  • Roberto Gigliucci, ‟Ouro > prata”, pp.  205-221
  • Barbara Spaggiari, ‟Algumas observações acerca do soneto Transforma-se o amador na cousa amada”, pp. 223-252

Camões, Comentário, vol. 2. Sonetos (Coimbra, CIEC, 2012).    ISBN  978-972-795-329-5 Sonetos

  • Amor que o gesto humano n’alma escreve (Maurizio Perugi), pp. 15-17
  • Seguia aquele fogo, que o guiava (Clelia Bettini), pp. 19-25
  • Os vestidos Elisa revolvia (Clelia Bettini), pp. 27-33
  • Amor, co’a esperança já perdida (Marimilda Rosa Vitali), pp. 35-38
  • Cara minha inimiga, em cuja mão (Maurizio Perugi), pp. 39-44

Ensaios

  • Maurizio Perugi, ‟Achegas ao comentário do sonetoAmor que o gesto humano n’alma escreve”, pp. 57-74
  • Clelia Bettini, ‟De Cartago ao Helesponto. Dois sonetos camonianos de inspiração clássica”, pp. 75-101
  • Marimilda Rosa Vitali, ‟As cadeias da esperança”, pp. 103-127
  • Maurizio Perugi, ‟Achegas ao comentário do soneto Cara minha inimiga, em cuja mão”, pp. 129-163

Camões, Comentário, vol. 3. Redondilhas Sôbolos rios, Odes (Genève-Coimbra, CIEC-CEL, 2016).    ISBN  978-2-8399-2001-9 Redondilhas

  • Sôbolos rios que vão (Vasco Graça Moura), pp. 13-41

Ode

  • Fermosa fera humana (Barbara Spaggiari), pp. 45-86
  • Pode um desejo imenso (Maurizio Perugi), pp. 87-104
  • A quem darão de Pindo as moradoras (Soledad Pérez-Abadín Barro), pp. 105-121
  • Fogem as neves frias (Barbara Spaggiari), pp. 123-156

Ensaios

  • Maurizio Perugi, ‟Achegas ao comentário da ode Pode um desejo imenso”, pp. 177-194
  • Soledad Pérez-Abadín Barro, ‟A quem darão de Pindo as moradoras: um contributo para a configuração da ode encomiástica”, pp. 195-221
  • Barbara Spaggiari, ‟Algumas observações acerca da ode IV e da ode IX”, pp. 223-259

Camões. Comentário, vol. 4. Sonetos, Redondilhas (Genève-Coimbra, CIEC-CEL, 2016).    ISBN 978-2-8399-1946-3 Sonetos

  • Quando o Sol encoberto vai mostrando (Maurizio Perugi), pp. 13-18
  • Aquela triste e leda madrugada (Maurizio Perugi), pp. 19-28
  • Quando de minhas mágoas a comprida (Valeria Tocco), pp.  29-33
  • Dizei, Senhora, da Beleza ideia (Roberto Gigliucci), pp. 35-38
  • O dia em que eu nasci, moura e pereça (Roberto Gigliucci), pp. 39-44

Redondilhas

  • Quem disser que a barca pende (Helder Macedo), pp. 47-50
  • Descalça vai para a fonte (Helder Macedo), pp. 51-54
  • Cinco galinhas e meia (Rita Marnoto), pp. 55-61

Ensaios

  • Maurizio Perugi, ‟Achegas ao comentário do sonetoQuando o Sol encoberto vai mostrando”, pp. 79-94
  • Valeria Tocco, ‟Entre insomnium e rêverie. Considerações preliminares sobre Quando de minhas mágoas a comprida, pp.  95-102
  • Roberto Gigliucci, ‟Beleza ideia”, pp. 103-114
  • Roberto Gigliucci, ‟O dia em que nasci e a tradição”, pp. 115-131
  • Helder Macedo, ‟Dois vilencetes de Luís de Camões na tradição medieval galego-portuguesa”, pp. 133-140
  • Rita Marnoto, ‟Achegas ao comentário das redondilhas Cinco galinhas e meia”, pp. 141-159